Nos artigos anteriores falei sobre a importância de escolher uma boa plataforma para a loja virtual, sobre a comunicação visual, sobre como o marketing digital e a gestão de conteúdos são importantes na conquista de novos clientes e na conversão das vendas, e um pouco sobre a gestão de um e-commerce. Mas um erro bem comum dos empreendedores e que preciso comentar, é deixar de lado o controle de entrada e saída dos produtos, ou seja, o gerenciamento de estoque. Independente se a sua loja está no início da operação ou com mercado consolidado, o controle do fluxo de produtos é muito importante para colocar todas as outras etapas em xeque. Mas como fazer isso na prática? Eu explico melhor a seguir.

Por que fazer o gerenciamento de estoque?

O objetivo de fazer o gerenciamento de estoque do e-commerce é ter controle das vendas e que o que está sendo ofertado está disponível e será entregue. Por isso, essa gestão é uma das necessidades imprescindíveis de qualquer loja virtual e deve ser feita de forma eficiente.

Veja alguns benefícios de fazer um bom gerenciamento de estoque:

O estoque representa grande parte do investimento de uma loja. Isso aumenta a responsabilidade e a necessidade de fazer um bom gerenciamento.

Tipos de estoque para e-commerce

Existem algumas opções variadas para controlar o estoque. Para definir a que se adéqua ao seu caso é importante observar algumas características e necessidades da loja virtual.

Conheça as opções mais comuns:

É ideal para o negócio que também possui uma loja física, já que vendem os mesmos produtos. Mas para dar certo, é preciso gerenciar o estoque de produtos de forma integrada, para não vender uma mercadoria que já está esgotada.

Alguns empreendedores preferem não ter um estoque próprio, fazendo a compra dos produtos conforme as demandas vão aparecendo, sendo uma boa opção para quem não tem capital para investimento. Há duas maneiras de fazer essa terceirização:

Drop shipping ou triangulação: o fornecedor entrega o produto ao lojista, que fica responsável por enviá-lo ao cliente;
Cross docking: o fornecedor faz a entrega diretamente ao cliente.

Divide o estoque em diferentes locais, com o objetivo de reduzir o tempo de envio. O custo com espaço físico aumenta, mas é uma opção recomendada para o negócio que tem problema de entrega por causa da sazonalidade.

Tem a vantagem de poder devolver as mercadorias que ficaram paradas, com pouca saída, efetuando pagamento somente pelo que foi vendido, reduzindo assim o custo com mercadorias.

Dicas para gerenciar o estoque:

Vender uma mercadoria que não possui em estoque pode causar sérios problemas na relação de confiança que o cliente estabeleceu com a sua marca. Por isso, não descuide do controle do seu estoque. Alguns sistemas de gerenciamento podem ajudar. Quer mais dicas?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.